Encontrou pessoas, trocou cartões e apertou as mãos. Isso é suficiente para criar contatos profissionais? De jeito nenhum! Para formar uma boa rede de relacionamentos, que vai favorecer seus projetos e suas oportunidades, é preciso muito mais do que esses passos simples. Na verdade, isso é só o início. 

A sua rede de contatos pode mudar os rumos da sua carreira: pense em quantas parcerias, conteúdos, oportunidades e novidades estarão à sua disposição ao se relacionar com as pessoas certas da sua área. Porém, a boa habilidade interpessoal, às vezes, não é o ponto forte de algumas pessoas.

E isso não pode ficar no caminho de um bom networking. Para entender melhor e pegar as dicas, continue a leitura!

Procure contatos ao vivo

A internet é muito prática para encontrar profissionais com interesses semelhantes aos seus, mas as relações só se fortalecem mesmo com a convivência, mesmo que seja breve. Por isso, procure oportunidades de encontrar as pessoas do seu interesse ao vivo. 

Isso é importante para trocar ideias mais profundamente, criar simpatia e identificação e transformar aquele contato de internet em um relacionamento verdadeiro. 

Busque interesses mútuos

Seu networking deve ser composto por pessoas de todas as áreas, além da que você atua. Ter contatos de profissionais das mais diversas formações, de advogados a engenheiros, é útil para resolver situações e prestar consultorias quando necessário. Mesmo assim, busque interesses mútuos para basear esses contatos. 

Se você trabalha com RH, por exemplo, é útil ter contatos de advogados especializados em direito trabalhista, certo? Identificar os interesses semelhantes é legal para ter um contato mais natural com profissionais de todas as áreas.

Deixe sua redes de contato ativas

Na rotina atribulada do dia pode sobrar pouco tempo para se dedicar ao networking, mas é importante mantê-lo sempre ativo e atualizado para não perder oportunidades, além de não deixar o relacionamento cair no esquecimento. 

Trocar mensagens periodicamente, promover encontros rápidos e informais e até convidar para eventos e palestras são formas de manter a rede ativa e extrair o que há de melhor nela. 

Desenvolva uma conversa saudável e não forçada

Por mais que você queira manter contato com determinada pessoa, de nada adianta forçar se ela não corresponder. O networking é uma “via de duas mãos”: você tem interesse na pessoa, mas ela também deve ter em você, certo? 

Então, além de procurar pessoas com afinidade, você deve manter uma conversa saudável, sem forçar situações. 

Use o LinkedIn

Sua conta do LinkedIn deve estar atualizada e ativa para você tirar maior proveito dessa rede social com foco profissional. Além de adicionar pessoas de seu interesse, por que não utilizá-la para publicar conteúdos, até mesmo de sua autoria, sobre sua área de atuação?

Pessoas que se expõem de forma interessante nas redes sociais costumam atrair a atenção dos profissionais da área. E daí para tornar o seu networking mais interessante é um passo!

Lembre-se de cursos, palestras e workshops

Por fim, lembre-se que eventos de aperfeiçoamento, seja da sua área ou das afins ao seu campo de atuação, são ricas oportunidades para encontrar pessoas e travar novos contatos. Encontre tempo na sua agenda para se dedicar a essas atividades e, enquanto estiver nelas, mapeie as oportunidades de ampliar o networking. 

E você, tem alguma dica legal sobre como fazer networking? De que forma você criou a sua rede de contatos? É hora de compartilhar sua experiência conosco. Deixe o seu comentário!