Duas palavras-chave definem perfeitamente um designer gráfico: inovação e criatividade. Portanto, estar sempre atualizado com os conteúdos e as ferramentas que o ramo oferece é fundamental para aprimorar as habilidades.

Essa é, também, uma estratégia importante para quem deseja se destacar em um mercado de trabalho implacável. É sempre bom lembrar que a competitividade no mundo corporativo é alta e os profissionais com mais qualificação tendem a receber melhores oportunidades.

Pensando nisso, apresentamos os principais cursos indicados para a capacitação de um designer. Gostou do tema? Então, continue a leitura!

1. Pintura digital com Photoshop

O Photoshop é um dos programas mais populares de design, e o seu curso de pintura digital é recomendado para profissionais que se encontram em diferentes níveis. Com ele, é possível aprender tanto técnicas e recursos básicos como avançados.

Um grande trunfo desse programa é poder editar qualquer foto ou vídeo facilmente. As tarefas aparecem em ordem na tela, o que é muito útil, caso o profissional tenha que trabalhar com uma grande quantidade de arquivos.

O curso mostra, ainda, como manipular a profundidade das cores no espaço, identificar tons que estão ocultos, além de cor em RAW (formato que apresenta muito mais definição, variedade nos tons de cores e flexibilidade na luminosidade) e filtragem de imagens. Detalhes como iluminação e tratamento da pele e aprimoramento dos olhos e cílios estão incluídos nesse pacote.

2. Criação e modelagem de sites

Existem muitos colaboradores que não fazem ideia de que não são apenas programadores que integram uma equipe para criar um site. Por isso, se especializar na estética da página na web é superinteressante, principalmente porque a quantidade de pessoas que fazem esse tipo de serviço é escassa.

Nesse curso é ensinado como deixar o site mais rápido, leve e fácil de navegar, com separação de conteúdo em tópicos no formato de menus. Como colocar fotos corretamente sem pesar o carregamento da página e, também, quais cores utilizar para o que se pretende divulgar.

Sem uma boa diagramação do conteúdo, a página não terá muitos acessos por falta de atratividade. Assim, diversas empresas e clientes pagam muito bem por bons profissionais que sabem analisar e entregar a encomenda o mais próximo possível do contratado.

3. Marketing digital

No marketing digital você aperfeiçoa seu engajamento com vários tipos de público, melhora a quantidade de visitas do site, aumentando as vendas, e aprimora as pesquisas orgânicas da página. Lembre-se que esse é um dos nichos que mais crescem no mundo.

A meta nesse tipo de curso é preparar as pessoas para saberem agir estratégica e dinamicamente em situações diversas, gerar conteúdos urgentes e trabalhar inteligentemente com os recursos que possuem, até porque o orçamento que os clientes oferecem estão cada vez mais restritos.

4. Desenho livre

Antes de um designer ser bom na computação gráfica (CG) ele deve, primeiro, ser mestre na arte do lápis e papel. Tanto traços complexos como técnicas com luz e sombra são aprimorados nesse curso e, com isso, a linguagem visual do designer é refinada.

Essa é a linguagem e maneira de se expressar que apresenta maior fluidez entre o pensamento e a execução do que o ilustrador está imaginando. Simplifica a forma de observar a arquitetura e entendê-la corretamente, principalmente seus detalhes.

Tendo conhecido esses cursos para designer essenciais, saiba que a Imageria Criativa fornece os recursos tecnológicos mais avançados para seu desenvolvimento e formação, materiais didáticos atualizados, atendimento especializado, laboratórios de informática, indicação para vagas de estágio e, o mais importante de tudo, suporte após o término do curso, proporcionando um início consistente no mercado de trabalho.

E aí, achou interessante o que leu e quer se capacitar ainda mais? Então conheça nossos cursos para designer e se destaque!